Vianna de Carvalho, na primeira parte, proporciona através deste livro, uma
leitura que remete às relações entre Ciência e Religião, permitindo esclarecimento dos
problemas diversos em razão dos fatos históricos ali relatados. Fala do avanço da
humanidade na questão do desenvolvimento científico e tecnológico provocando
conforto e comodidade, porém, mostrando as muitas carências do sentimento, que faz
com que a humanidade se eleve moralmente.

Joanna de Ângelis comenta, na segunda parte, sobre as interferências espirituais,
a oração e finaliza com a mensagem sobre a sublimidade do amor.

Psicografia: Divaldo P. Franco
Espíritos: Vianna de Carvalho e Joanna de Ângelis