Biblioteca

          A biblioteca foi criada em 1998 de maneira despretensiosa, a partir da iniciativa dos primeiros trabalhadores do
Centro, que colaboraram com a doação de cerca de 25 livros. Atualmente, nosso acervo é composto por 1.170
títulos, catalogados em Doutrina, Romance e Mensagens Edificantes.

          No ano de 2005, o Centro iniciou a organização da 1ª Feira de Livros Espíritas da Casa, com a finalidade de
promover a divulgação da Doutrina através de sua vasta literatura, de forma tímida, com poucos livros usados e
doados pelos próprios trabalhadores da Casa. O evento perpetuou ao longo dos anos e atualmente, o mês de
outubro em seu último sábado, recebe esse importante acontecimento. Nessa ocasião, trabalhadores,
frequentadores e público em geral, têm a oportunidade de adquirir livros da Doutrina Espírita a preços abaixo do
mercado.

          Em dezembro de 2009, uma campanha para escolha do nome da Biblioteca movimentou os trabalhadores da
Casa. Muitas foram as sugestões em homenagem a grandes ícones do Espiritismo:  Emmanuel, André Luiz, Allan
Kardec. Ao final de uma votação, a sugestão de “O Consolador” foi a escolhida; nome esse que representa muito
bem a finalidade da literatura e Doutrina Espírita: consolar. Afinal, conforme anunciado por João em seu Evangelho,
o Espiritismo é o Consolador Prometido.

          O Centro Espírita “Chico Xavier” dispõe, ainda, de uma livraria com livros novos e usados a preços acessíveis e
seu funcionamento acompanha dias e horários da Biblioteca. No caso de indisponibilidade de algum título, existe a
possibilidade de encomenda junto à editora.

          Os livros disponíveis no acervo da Biblioteca podem ser retirados gratuitamente, por trabalhadores e
frequentadores do Centro, mediante o compromisso da devolução em 30 (trinta) dias, no mesmo estado de
conservação de quando retirado.

          O funcionamento da Biblioteca é terças-feiras e quintas-feiras, das 19h às 20h.

“Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro ensinamento; instruí-vos, eis o segundo”

Espírito de Verdade – Paris, 1860 (Allan Kardec – O Evangelho Segundo o Espiritismo)